ENTRE O PRAZER E O SIGNIFICADO

terça-feira, maio 23

A Representação do Eu nos Dias 5

Artur

Isso passa com o tempo...

Há anos que ouço uma pessoa mais velha - bastante mais velha - a dar conferências sobre atitudes e comportamentos para melhorar a nossa eficácia interpessoal. Lembro-me que no início tudo soava a sermão, imposição ou receita.
Hoje observei esses momentos perante uma plateia de jovens bem sucedidos, 'bonitos' e cheios de energia. As palavras do orador pareciam-me sábias e fundamentais, a reacção era 'fala para aí...'
Geralmente, quando somos novos, o mundo começa e acaba na ponta do nosso nariz, pensamos que já sabemos tudo e desprediçamos essa fonte inesgotável de sabedoria que é a experiência dos mais velhos. Passado muitos anos, aprendemos, batendo com a cabeça, aquilo que já nos tinha sido dito... só que não ouvimos porque não estavamos disponíveis...
Talvez tenha que ser assim, talvez tenhamos que aprender com as nossas quedas, talvez a sabedoria só deva existir quando já não temos muito tempo para a aplicar sobre a terra.
Não há que estar muito preocupado com a arrogância da juventude - isso passa com o tempo...

2 comentários:

knuque disse...

o que me lixa mesmo é como reagir a reaccções do género "fala para aí..."

paralelo/36 disse...

Estamos condenados a falar para aí...
o que nem é tão mau! É bom falar.
Um dia se nos cansarmos, passsamos a estar calados ou então a falar para ali.
O que nem é tão mau, pois diz-se que os dali são bons ouvintes e também apreciam o silêncio.

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’