ENTRE O PRAZER E O SIGNIFICADO

quinta-feira, junho 22

Porque quero ser Palhaço 10

No Nepal, Pandjé encanta-se com os reflexos do sol num pedaço de gelo


Perfil dos Palhaços Voadores

Inventaram-se a si próprios.
Estão em constante transformação... sem se sentirem limitados pela coerência consigo mesmos.
Curiosos... ao extremo.
Como crianças, ingénuas... com um apetite pela exploração que se assemelha ao de uma criança de quatro anos.
Sem as amarras do passado (cada tempo teve o seu, inesquecível, tempo).
Confortáveis com a ideia de que a vida parece um alvo móvel.
Todos riem... muito.
Iconoclastas... só se sentem, mais ou menos, felizes quando estão do lado errado do senso comum.
Multidimensionais... com falhas tão grandes quanto as suas virtudes.
Honestos... e confusos... como são as pessoas verdadeiramente honestas.
Maiores do que a vida... embora muitas vezes envolvidos em pequenas aventuras e tédios...
Sabem que o único ridículo que existe é não fazer algo por ter medo do ridículo...
Ousados... porque sabem que se pode morrer a qualquer momento...

5 comentários:

Agripina Roxo disse...

Posso ser um palhaço voador? :)

Palhaço Voador disse...

Quem respira as palavras como tu, já é um palhaço voador há muito!
Beijinhos :)

Agripina Roxo disse...

ainda me falta o nariz, mas aqui encontro sempre muitos :)

paralelo/36 disse...

amo este palhaço

Anónimo disse...

Olá, esse não é o filme do "O Menino Lobo"?

Vanessa Maria

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’