ENTRE O PRAZER E O SIGNIFICADO

terça-feira, junho 26

In-Sai-te 8

“O nosso maior medo não é sermos inadequados...
O nosso maior medo é ter mais poder do que o que podemos medir.
É a nossa luz e não a nossa escuridão que nos assusta.
Perguntamos a nós mesmos quem somos nós para sermos tão brilhantes, talentosos e fabulosos?
Na verdade quem és tu para não ser?
Fingir que se é pequeno não ajuda o mundo.
Não há nada de inspirador em viver encolhido para que as pessoas não se sintam inseguras ao pé de si.
Estamos todos destinados a brilhar, como crianças.
Quando deixamos a nossa própria luz brilhar, inconscientemente permitimos que outras pessoas também o façam.
Quando nos libertamos dos nossos medos, a nossa presença acaba por ser transformadora e liberta também os que nos rodeiam .”
N. Mandela

1 comentário:

Luisa disse...

leio este texto, e são tantos os pensamentos que me ocorrem que acho que esta caixa de comentários seria pequena... (ou serão os medos dos meus medos?...)
Obrigada por o ter trazido aqui.

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’