ENTRE O PRAZER E O SIGNIFICADO

segunda-feira, junho 8

Aceitação

.

.

Parece que só a vida, ou a nossa interpretação das experiências da vida, permite compreender a profundidade das parábolas clássicas. Eis uma de que me apetece lembrar:
.

Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo que estava à beira de um rio.
O escorpião vinha fazer um pedido:

"Sapinho, poderias me carregar até à outra margem deste rio tão largo?"

O sapo respondeu: "Só se eu fosse tolo! Tu vais me picar, eu vou ficar paralisado e vou-me afundar."

.
Disse o escorpião: "Isso é ridículo! Se eu te picasse, ambos afundaríamos."
Confiando nesta lógica, e porque gostava muito do escorpião e se sentia sozinho, o sapo concordou e levou o escorpião nas costas, enquanto nadava para atravessar o rio.

No meio do rio, o escorpião cravou o seu ferrão no sapo.

Atingido pelo veneno, e já começando a afundar, o sapo voltou-se para o escorpião e perguntou:

"Por quê? Por quê?"
E o escorpião respondeu: "Por que sou um escorpião e essa é a minha natureza."


Há que aceitar o facto: alguns de nós são mais "sapos" e outros são mais "escorpiões". Não vale a pena acreditar que as pessoas mudam essa essência, porque não mudam.

Que tenhamos a sorte, e a vontade, de saber quem é quem, apesar das aparências, antes de iniciar uma viagem em conjunto. E a coragem de dizer que não, antes que seja tarde de mais.

A não ser que gostemos de emoções fortes, queiramos experimentar coisas ou queiramos acreditar, apesar de todas as evidências, ingenuamente no "impossível". Mas depois há que pagar o preço.

No final, quer o sapo, quer o escorpião, assumem, ou não, as consequências da sua natureza.

E a vida continua...

.

.

.

4 comentários:

Psinocas disse...

CADA UM É COMO É E SOMOS TODOS COMO AS PESSOAS....!

Psinocas disse...

Sê paciente; espera
que a palavra amadureça
e se desprenda como um fruto
ao passar o vento que a mereça.

Eugénio de Andrade

Anónimo disse...

Magnificamente assombrosas e tão verdadeiras e tão parte da nossa vida do dia-a-dia...é uma questão de aceitação de aperfeiçoamento...de um saber lidar e resolver em nós através dos outros as opções que escolhemos...ser sapo ou ser escorpião...E é um Sapo, um sapo que se faz muitas vezes presente em mim, chateia, magoa, inquieta-me...mas impele-me tão indelevelmente a esse processo de aperfeiçoamento e procurar a melhor via, mas aí o sinto ...Um procurar por um medeio entre sapo e escorpião...vivendo e apostando...apostando e ousando...Aceitação...Gostei imenso =)Maria

Anónimo disse...

E a vida continua... :-)bootain

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’

‘Ever tried. Ever failed. No matter. Try Again. Fail again. Fail better.’